Visualizar praia em um mapa maior

domingo, 1 de março de 2015

DIA 01.03.2015 A CIDADE DE BERTIOGA E A CIDADE DO RIO DE JANEIRO COMEMORAM SEUS 450 ANOS.

A cidade de Bertioga embora seja pouco divulgado, foi a partir de Bertioga que Martim Afonso de Souza partiu, com sua esquadra, para fundar a cidade de São Vicente, mais ao sul, depois de ter construído uma fortificação, a qual deu o nome de Forte de São Tiago, mais tarde denominado forte São João, o forte mais antigo construído no Brasil, devido à maior facilidade em se abastecer de água, uma vez que, em Bertioga, a fonte mais próxima ficava distante do forte, no morro da Signhorina.
Mas foi de Bertioga que Mem de Sá enviou seu sobrinho, Estácio de Sá, com uma esquadra, para combater e expulsar os franceses do Rio de Janeiro, a qual era composta por portugueses, vicentinos, bertioguenses e alguns índios, com o apoio dos jesuítas, conforme retratado no quadro de Benedito Calixto, mostrando o padre Manuel de Nóbrega benzendo a esquadra, tendo ao fundo o forte de São Tiago.
Não se sabe a data em que Estácio de Sá partiu de Bertioga, mas, sabe-se que ele chegou no Rio de Janeiro, deu combate aos franceses e, em 1º de março de 1.565, fundou a cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro, entre os morros Cara de Cão e o Pão de Açúcar.
Esse episódio é que o Arquiteto José Carlos Vasques Rodrigues e o jornalista Celso Almeida dos Santos pretendem retratar e em grande estilo.
José Carlos conhece Bertioga desde 1.955, morou na cidade por quatorze anos, a partir de 1.997, foi Diretor de Turismo, no governo do prefeito Rachid e alimenta esse sonho há muito tempo. Somente agora, no governo do prefeito Orlandini ele recebeu sinal verde para pôr em prática o seu sonho.
A festa deverá ter o seu início no dia 20 de fevereiro, quando, por dez dias, os restaurantes promoverão as noites ibéricas, servindo pratos típicos de Portugal e Espanha e shows alusivos.
Segundo José Carlos, um dos pontos relevantes será o reconhecimento e gratidão aos povos indígenas que aqui moravam e foram obrigados a cederem seu espaço para a nova civilização que aqui se instalou.
O evento contará com uma réplica de caravela, como nau principal, seguida pelo veleiro Cisne Branco, da Marinha do Brasil e mais barcos que virão do Rio de Janeiro, junto com barcos da Baixada Santista, devendo chegar festivamente no Rio de Janeiro, no dia 1º de março para a comemoração do 450º aniversário da Cidade Maravilhosa.
São esperadas autoridades do Brasil, de Portugal e da Espanha para a festa que será abrilhantada por integrantes da Escola de Samba da Portela, cantores e atores famosos.
Marque o dia 27 de fevereiro de 2.015 na sua agenda para não perder a grande festa mas chegue antes para desfrutar as noites ibéricas.

A cidade do Rio de Janeiro, quatrocentos e cinquenta anos de praia não poderiam passar em branco. Após o megashow na noite de sábado (28), na Quinta da Boa Vista, o domingo (1º), será repleto de celebrações do aniversário da cidade conhecida como "maravilhosa". A programação oficial do aniversário do Rio começa cedo e tem a presença esperada da presidente Dilma Roussseff para dois eventos à tarde. À noite, o evento "Rio dos Meus Olhos", na Praia do Flamengo, e shows em Madureira e Bangu encerram a festa.
Uma cerimônia no Fortaleza de São João, na Urca, Zona Sul, dá início às comemorações. Organizada pelo Exército, as autoridades serão recebidas às 7h e levadas para a Praça da Fundação, ponto principal do evento. Às 7h30, após as boas vindas, uma salva de tiros marcará a abertura.
Haverá uma saudação aos integrantes do Cruzeiro Comemorativo Bertioga-Rio de Janeiro, que reúne cerca de 20 veleiros que deverão chegar à praia naquele horário. As embarcações, que partiram de Bertioga (SP), refizeram o mesmo percurso feito por Estácio de Sá em 1565. Um ator caracterizado como do capitão que fundou e foi o primeiro governador do Rio de Janeiro, estará ao lado de um descendente de Estácio de Sá e entregará uma chave simbólica da cidade ao prefeito Eduardo Paes.
 
 
Tudo sobre o aniversário da cidade do Rio de Janeiro nos seus 450 anos.A missa de aniversário da cidade acontecerá às 8h30, presidida pelo cardeal arcebispo do Rio, Dom Orani Tempesta, na Igreja dos Capuchinhos, na Tijuca, Zona Norte. No local está o Santuário São Sebastião, padroeiro do Rio.
Templo de especial valor afetivo para a cidade, a igreja guarda as três relíquias de fundação do Rio: o marco de fundação, os restos mortais de Estácio de Sá e a imagem histórica de São Sebastião, que foi trazida pelo fundador.

Bolo de 450 metros
O parabéns oficial será na Rua da Carioca, com o tradicional bolo organizado pela Sociedade de Amigos da Rua da Carioca e Adjacências (Sarca). O bolo terá 450 metros e será recheado com doce de leite. Quem assina a guloseima gigante é Adelmo de Oliveira, chefe de confeitaria que comanda 20 pessoas na preparação.

"O bolo é grande, mas nós vamos vencer esse desafio. Minha equipe trabalha comigo há 12 anos e eu confio muito nela", disse Adelmo.

O bole pesa mais de oito toneladas, tem 2,5 toneladas de farinha de trigo, 1,5 tonelada de margarina, duas toneladas de açúcar, mil litros de leite, 50 quilos de fermento, mil litros de chantilly e 30 mil ovos.
A imagem peregrina de São Sebastião será levada ao local por Dom Orani Tempesta. Também haverá apresentação de componentes da escola de samba Estácio de Sá.



www.sositaguare.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário