Visualizar praia em um mapa maior

sexta-feira, 19 de junho de 2015

Invasão de areas em Boracéia causa desmatamento de Floresta Atlantica e deixa em alerta " Morada da Praia".

INVASÃO DE ÁREAS EM BORACÉIA CAUSA DESMATAMENTO DE FLORESTA ATLÂNTICA E DEIXA EM ALERTA “MORADA DA PRAIA”
Uma grande área da Mata Atlântica, localizada no Bairro de Boracéia, na divisa de Bertioga com São Sebastião, vem sendo destruída e invadida irregularmente por famílias sem-teto. Além da eliminação da floresta e matas ciliares, os ocupantes também estão aterrando leito de rio e mangue para construir as moradias.
APOIO DE AUTORIDADES LOCAIS - As invasões acontecem natur...almente, à vista e paciência de todo mundo. Em grande parte, as ocupações são favorecidas propositadamente por políticos locais que, no desmedido esforço para conseguir votos e obter lucros, dão sustentação aos bem organizados “sem terra” e “sem teto” financiando material de construção e maquinário para abertura de ruas, os populares “gatos” para instalações precárias de água e luz, e, ainda, a vinda de mais pessoas para formar os assentamentos ilegais.
TRANQUILIDADE EM RISCO - Autoridades municipais têm responsabilidade central no problema da ocupação ilegal de terras. A construção informal de moradias já começa a causar transtornos para os moradores do Bairro “Condomínio Morada da Praia”, que, apesar de ter em sua portaria um rígido controle de entrada e saída de pessoas, vem sendo invadido pelos fundos, através da mata, onde faz limite com os bairros de Boracéia e Aldeia Rio-Silveira.
A diretoria do “Morada da Praia” acredita que esses supostos invasores sejam os responsáveis pelos roubos de algumas residências de veranistas, que são alvo fácil por permanecerem fechadas durante grande parte do ano. “É muito triste quando a gente observa que existe omissão por parte do Poder Público na formação desses assentamentos ilegais”, disse o presidente do condomínio, Aparecido Pavanelli, o “Coronel Pavanelli”, em referência ao fato de não se cumprir a legislação que poderia limitar ou evitar esses crimes ambientais.
Apesar de estar entre os princípios constitucionais básicos: “não invadir ou destruir propriedade alheia”, a legislação ambiental é a menos respeitada no país. As florestas de encostas e manguezais, assim como as restingas, são diminuídas ano após ano por invasões particulares e até por obras públicas.

Ver mais
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário